O governo de Goiás anunciou em março R$ 500 milhões em linhas de crédito com condições mais favoráveis e elevou expectativas de empresários em meio à crise. Mas, segundo dados da Goiás Fomento, até o dia 24 de junho foram recebidas 1,8 mil propostas e liberados R$ 35,5 milhões de R$ 55 milhões solicitados pelas empresas. O presidente da instituição, Rivael Aguiar, inf...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários