Goiás teve baixa expansão na geração de energia elétrica este ano, apesar de ter grande potencial. Foi o segundo com menor acréscimo na capacidade de produção entre 17 Estados que registraram novas usinas até agosto, conforme dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Apenas um empreendimento entrou em operação, uma central geradora hidrelétrica (CGH) em Mineir...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários