As despesas com fumo registraram o maior percentual de crescimento entre 2014 e 2019 em Goiás, de acordo com o estudo Potencial de Consumo do IPC Maps: 81% de avanço. Esta expansão foi maior que em despesas essenciais, como medicamentos, alimentação e educação. Enquanto muita gente luta para abandonar o vício do tabagismo, por medo dos danos à saúde, outros estão aderindo a...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários