O Ministério da Agricultura monitora potenciais riscos à produção agrícola brasileira, mas não vê cenário de desabastecimento no ano que vem, contrariando uma previsão apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A pasta reconhece como problema enfrentado pelos agricultores a escalada do preço dos fertilizantes, amplamente usados no plantio brasileiro. ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários