O primeiro semestre de 2020 foi de queda na demanda mundial por algodão devido às paralisações que ocorreram na pandemia de Covid-19. Conforme o consumo começou a retornar, com as reaberturas e o início da vacinação contra a doença, o produto voltou a ser demandado e o Brasil está entre os maiores exportadores. O resultado é uma expectativa de recordes na exportação e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários