O governo de Goiás pretende cortar “gorduras” nos benefícios e incentivos fiscais a empresas em Goiás. Em reunião com empresários, ontem, na sede da Federação das Indústrias do Estado (Fieg), a secretária da Economia, Cristiane Schmidt, disse que os cortes serão definidos com a participação do setor produtivo para evitar perda de competitividade. De acordo com Cristiane, o...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários