A Enel acredita que conseguirá convencer, pelos resultados já obtido e pelos compromissos de investimento assumidos, que tem melhorado as operações de sua distribuidora de energia em Goiás. Mas a empresa não descarta ir à Justiça para garantir à continuidade do contrato de concessão da Enel Goiás (ex-Celg-D). "Se precisarmos, vamos ao Judiciário", disse o presidente d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários