A Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO) promove, até o dia 30 de novembro deste ano, o Salão do Imóvel de Goiás. No site www.salaodoimoveldegoias.com.br são mais de 100 produtos diferentes para todos os tipos e bolsos de consumidores, como apartamentos com um, dois três, quatro ou mais quartos localizados em vários bairros de Goiânia e região metropolitana.  É possível escolher produtos desde os mais econômicos, que aqueles que se enquadram no programa Casa Verde Amarela, o antigo Minha Casa Minha Vida, com valores iniciais de R$ 150 mil, até de altíssimo luxo, que ultrapassa a casa dos R$ 3 milhões.  

“São produtos para todos os perfis de clientes, que podem escolher entre prontos, em construção, lançamentos e pré-lançamentos. O salão também terá casas, lotes e salas comerciais. Vamos atender todos os perfis de imóveis”, explica o diretor de Marketing, Comunicação e Eventos da Ademi-GO, Marcelo Moreira. Quem comprar imóvel hoje tem redução de taxa de juros, descontos especiais e as parcelas mensais só começarão a ser pagas no ano de 2021. 

O site possui um filtro de busca para encontrar o imóvel que encaixa nas preferências no cliente. O consumidor que estiver interessado em comprá-lo poderá cadastrar seus contatos, que serão direcionados diretamente para a equipe de venda de cada empresa. Ela dará o retorno a este possível cliente para dar sequência ao atendimento. Cada imóvel está detalhado no portal, como metragem, características de área comum, planta, localização e imóveis relacionados daquela construtora. No portal o interessado ainda consegue simular um financiamento de acordo por instituição financeira.  

“As expectativas de negócios são as melhores possíveis. A previsão, pelo ritmo aquecido do mercado, é que supere R$ 50 milhões em venda nesses 60 dias de evento, e mais de 100 unidades vendidas”, calcula Marcelo Moreira. 

Pesquisa  
O mercado imobiliário de Goiânia e Aparecida de Goiânia encerrou o primeiro semestre de 2020 com chave de ouro e iniciou o segundo período a todo ritmo: junho registrou recorde no número de vendas, com uma alta expressiva de 66,8% e aumento de 50% do VGV em comparação com junho de 2019. Em relação a maio deste ano, o crescimento foi de 395%. E o mês de julho também contabiliza uma alta de 41,7% em unidades vendidas quando comparado ao mesmo período do ano anterior, com uma alta do VGV de 83,4%.  Os resultados reforçam que o setor manteve um bom desempenho em 2020, mesmo diante do cenário de isolamento social causado pela pandemia. 

Em junho e julho o mercado de Goiânia acompanhou o aquecimento do mercado imobiliário nacional e os resultados das vendas foram excepcionais. Em junho último, foram 904 unidades vendidas, com um VGV de R$ 285 milhões, contra 542 unidades vendidas e VGV de R$ 190 milhões em junho de 2019. Já julho deste ano registra 629 unidades comercializadas e VGV de R$ 266 milhões contra 444 unidades de julho do ano passado e VGV de R$ 145 milhões. 

Os dados fazem parte da pesquisa referente ao primeiro semestre e julho, divulgada no final do mês de setembro pela Ademi-GO e realizada pela Brain Inteligência Estratégica.