A comercialização das áreas do Antares Polo Aeronáutico no All Park Polo Empresarial foi aberta nesta quarta-feira, 14. O grupo empreendedor é formado pelas empresas goianas Tropical Urbanismo e Incorporação, Innovar Urbanismo, RC Bastos Participações, CMC Industrial e Energia e BCI Empreendimentos e Participações. 
 
Autoridades e parceiros conheceram detalhes do empreendimento que tem uma proposta inédita no centro-norte. Sendo  um projeto que vai criar uma rede de serviços para aviação, ancorado por um aeroporto executivo. 
 
O público são empresas dos segmentos de aviação, de logística e indústrias de maneira geral, cujos principais atrativos serão os incentivos fiscais já aprovados.  Graças a uma lei de incentivo aprovada junto à prefeitura de Aparecida de Goiânia no ano passado, as empresas que se instalarem no Antares vão pagar 2% de ISS (Imposto sobre Serviços) por 20 anos, enquanto em outras cidades o valor chega a 5%.
 
A sala de vendas do Antares Pólo Aeronáutico fica no All Park Pólo Empresarial
 
Aviação em números
Em 2019 foi registrado aumento de 1,5% no número de aeronaves na região Centro-Oeste, que concentra 24% das aeronaves da aviação geral do país, segundo o mais recente boletim da Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag), publicado no início de setembro.

No Centro-Oeste, apenas  os estados de Mato Grosso e Goiás estão entre sete maiores do Brasil em termos de frota de aeronaves da aviação geral e a região também possui 46% dos aeródromos privados do país, de acordo com o  anuário do Instituto Brasileiro de Aviação (IBV).