Quase 30% dos consumidores goianos foram avalistas de alguém no primeiro semestre deste ano, como mostra a pesquisa “Endividamento do Consumidor Goianiense”, feita recentemente pelo Centro de Pesquisas Econômicas e Mercadológicas (Cepem) da Unialfa. Destes, 21,4% acabaram cobrados repetidas vezes, 15,8% ficaram com o nome sujo durante algum tempo e 17,4% se viram obriga...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários