As vendas do comércio varejista goiano também sentiram o impacto da alta nos preços em agosto. Após um crescimento de 4,1% no mês de julho, o volume de vendas no Estado recuou 4,2% sobre o mês anterior e 5,4% na comparação com o mesmo período de 2020, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada pelo IBGE. O resultado negativo em relação ao ano passado foi pux...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários