Representantes de segmentos econômicos beneficiados pela desoneração da folha de pagamentos alertam que se o benefício não for prorrogado para até dezembro de 2021, o aumento no custo para as empresas deve se refletir nos preços de vários produtos e serviços e ameaçar a geração de empregos no País. Os empresários pedem que, no próximo dia 4 de novembro, o Congresso Nacional ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários