O aumento do desemprego, provocado pela pandemia, fez crescer o número de pessoas que atuam na coleta de material para reciclagem. Em algumas cooperativas do ramo na capital, o número de famílias atendidas cresceu até 50% de março de 2020 para cá, mas elas conseguiram absorver só uma pequena parte desta maior demanda por renda. Isso porque apenas 5,5% dos mais de 28% d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários