A Prefeitura de Goiânia avalia que os indicadores utilizados para a formação do ranking das melhores cidades para fazer negócios têm como parâmetros anos anteriores à atual gestão e não refletem a realidade atual. O secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Henrique Alves, ressalta que a maioria dos dados é anterior ao ano de 2016, sendo alguns relativo...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários