A decisão do Banco Central, de cortar a taxa básica de juros para 3% e ainda sinalizar nova queda, fez o dólar bater recorde no Brasil. Enquanto outras moedas de países emergentes se valorizaram nesta quinta-feira, 7, ante o dólar, em dia de bom humor no exterior, o real foi na contramão e, novamente, ficou com o pior desempenho, considerando 34 moedas internacionais. A perspe...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários