A segunda-feira foi marcada por forte estresse no mercado financeiro mundial e o dólar teve a maior alta porcentual desde 6 de novembro do ano passado, quando subiu 2,2% por conta da frustração com o leilão do pré-sal. A divisa dos Estados Unidos fechou em novo recorde histórico em meio à onda de fuga do risco causada pela decisão da Arábia Saudita de reduzir p...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários