O dólar engatou a sexta alta consecutiva e fechou no maior nível desde 28 de dezembro (R$ 3,8755). O câmbio foi influenciado principalmente pelo mercado externo, que teve um dia de aversão ao risco em meio a preocupações com a desaceleração da economia mundial e com os rumos das negociações comerciais entre a China e os Estados Unidos após notícias de que a Casa Branca r...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários