A alta do dólar já impacta as negociações de produtos do agronegócio brasileiro e poderá refletir também em aumento de preços ao consumidor interno. No último mês, a moeda norte-americana registrou sucessivos aumentos, e fechou próxima aos R$ 4,26 no dia 27, um valor recorde, superando a máxima até então verificada em 24 de setembro de 2015, quando atingiu R$ 4,2484. ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários