O executivo Cristiano Roriz Câmara é o novo presidente do Grupo Jaime Câmara (GJC). Ele assumiu ontem a presidência do grupo no lugar do pai, Jaime Câmara Júnior, que passa a presidir o Conselho de Administração do GJC, com a missão de dar continuidade ao legado de sucesso da empresa. A iniciativa é vista como uma evolução em gestão e governança, que faz com que o grupo continue acompanhando de perto as mudanças do mundo corporativo.

O novo presidente lembra que o grupo está em constante evolução, sempre de olho nos desafios que surgem, nas mudanças de mercado e nas inovações tecnológicas, buscando responder a isso, da melhor forma possível, na gestão e governança. “O mundo se desenvolveu, o grupo cresceu e achamos que tínhamos a necessidade de evoluir neste aspecto”, destacou.

Conselho

Para Cristiano Câmara, essa evolução passa pela criação de um Conselho de Administração que apoie e oriente o presidente do grupo. É ele quem conduzirá a governança e a estratégia estabelecidas por este conselho. “É uma exigência de empresas que pretendem permanecer atualizadas, onde a governança precisa ser evoluída”, ressalta.

O novo presidente do GJC ressalta ainda que essa estrutura dá a distinção necessária entre as questões corporativas, operacionais e familiares da empresa. Segundo ele, essa é uma evolução que prepara a gestão para a realidade atual do grupo e para os desafios de um mercado em constante evolução.

“Fizemos isso com metodologias tecnicamente comprovadas e inseridas nas tendências internacionais”, explica. Ele ressalta que essa transição foi um processo cuidadosamente estudado, refletido, adequado e amadurecido entre todas as partes envolvidas.

Desafio

Para o novo presidente do GJC, seu maior desafio será dar continuidade à história de sucesso que sua família iniciou há 78 anos (veja quadro). É um desafio contrariar as estatísticas que apontam uma tendência de que empresas familiares não sobrevivem à segunda geração. “A nossa não só sobreviveu, como também prosperou e ampliou seus horizontes”, destaca.

Agora, Cristiano Câmara pretende trabalhar para que a terceira geração da família tenha o mesmo sucesso das anteriores na gestão e evolução do grupo, respondendo adequadamente aos desafios, que surgem a cada dia. Ele lembra que a gestão eficiente da empresa já foi reconhecida pelo Fórum Econômico Mundial, quando a alinhou às demais integrantes do Fórum.

“Fazemos o que há de mais qualificado em governança e gestão para uma empresa que se propõe a ter excelência em todos seus níveis de atuação”, garante Cristiano. Outro grande desafio, segundo ele, será continuar atuando sem perder sua característica de atender as sociedades onde o grupo está presente, de forma transparente e ética, com alto nível de excelência.

Transformações

Jaime Câmara Júnior, que assumiu a presidência do Conselho de Administração, ressaltou em comunicado distribuído ontem a todos os colaboradores a importância das transformações do GJC. Ele lembrou que, há 78 anos, na fundação do grupo pelo visionário Jaime Câmara, um conjunto de valores e crenças se estabeleceram. “O desenvolvimento do Brasil e o firme propósito de defender este conjunto de crenças nos levou a atingir evolução e porte impensados no Brasil Central de então”.

Segundo Jaime Câmara, hoje o GJC é orgulhoso de seu pioneirismo, tradição e valores. “Somos um grupo familiar que buscou sempre a excelência, tanto no âmbito dos negócios como no das relações humanas.” Ele garante que o grupo sempre lutará para ser a maior referência para a sociedade que serve, em informação, credibilidade e transparência.

Para isso, destaca, a busca pelo desenvolvimento e melhoria dos processos do grupo nunca para. “Sempre buscamos inspiração no que existe de melhor em gestão, no mercado brasileiro e internacional.” De acordo com Jaime Câmara, a empresa estuda sempre os melhores exemplos em governança corporativa e como aplica-la, com as particularidades necessárias ao grupo e sua área de atuação.

Procurando manter a constante evolução, é que se iniciou, há algum tempo, o processo que culmina com a mudança na estrutura corporativa e organizacional. “Buscando nos tornar ainda mais fortes e preparados para os desafios atuais e os que surgem, dinâmica da época em que vivemos, tomamos a decisão, meus sócios e eu, de implementar um novo grau de governança corporativa no grupo, separando a gestão operacional das instâncias corporativa e familiar”, explicou Jaime Câmara no comunicado.

Ele lembrou que Cristiano Câmara tem uma ampla história de empreendedorismo, desenvolvimento acadêmico e profissional, que ele dedicou seus últimos 11 anos ao GJC em diversas posições na sua estrutura. Como presidente do Conselho de Administração e também no Conselho Familiar, Jaime Câmara garante que continuará atuando fortemente em prol do desenvolvimento do grupo e da ampliação de sua atuação.