As possibilidades para transferência de dívida imobiliária vêm crescendo no Brasil e a tendência é que isso se mantenha para 2020. Isso acontece no cenário recente de juros baixos no País, algo não tão conhecido ainda por aqui, mas que torna os contratos mais baratos. Com isso, há, neste momento, uma disputa entre os bancos para que novos clientes sejam captados, princi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários