A estimativa é que a Região da 44 tenha deixado de movimentar cerca de R$ 2,5 bilhões durante o fechamento. Para evitar que isso volte a acontecer, a Associação Empresarial da Região da 44 (AER44) criou uma Comissão de Crise da Saúde para fiscalizar o cumprimento dos protocolos de segurança. O presidente, Jairo Gomes, informa que os estabelecimentos serão visitados com fr...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários