A inflação continuou pressionando o orçamento das famílias goianienses no último mês de agosto, quando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 1,05% na capital, o maior índice para um mês de agosto desde o ano 2000. Os maiores vilões da alta no custo de vida foram os reajustes nos preços dos combustíveis e da energia elétrica. O IPCA, divulg...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários