Após reunião ontem com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente da Caoa Chery, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, garantiu que a Caoa não fechará sua fábrica em Anápolis, apesar do provável aumento de impostos pelo governo estadual. Perguntado pelos jornalistas sobre o possível aumento do ICMS em Goiás devido à crise financeira do Estado, Andrade considerou que ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários