Os goianos passaram a fazer mais testamentos após a pandemia do coronavírus. A procura pelo documento, que começou a crescer em abril, cerca de um mês após o início da pandemia no País, aumentou 133% entre os meses de abril e julho deste ano. O número absoluto de testamentos nos Cartórios de Notas de Goiás passou de 55 em abril para 128 em julho. A possibilidade de f...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários