O comércio lojista da capital recorre à Justiça para tentar derrubar a liminar que o Ministério Público de Goiás (MP-GO) conseguiu para suspender o decreto 1.187/2020 da Prefeitura de Goiânia, que flexibilizava as medidas de isolamento social na capital e permitia a reabertura das lojas e shoppings. Entidades representativas de centros comerciais e do comércio de rua a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários