A fabricante canadense de aviões e trens Bombardier disse nesta terça-feira (31) ter assinado um contrato multibilionário para vender 38 aeronaves executivas a um cliente cujo nome não foi revelado pela empresa.

Em comunicado, a Bombardier afirmou que a encomenda inclui 28 jatos executivos Global e 10 jatos executivos Challenger 605. A empresa não divulgou o valor específico do contrato, mas disse que a transação equivale a cerca de US$ 2,2 bilhões com base em preços de tabela de 2013 para esses tipos de aviões. Porta-voz da Bombardier não foi localizado imediatamente para comentar o assunto.

O anúncio ocorreu no mesmo dia em que a Bombardier informou que o seu contato para modernizar o equipamento de sinalização de parte do sistema de metrô de Londres foi encerrado. A razão para o rompimento do contrato, que foi assinado em 2011, não foi informada, mas a empresa disse que "uma grande parte" do trabalho de preparação já havia sido concluída.