O plenário do Senado aprovou ontem, por 55 votos a favor e 6 contra, o nome do economista Roberto Campos Neto como novo presidente do Banco Central no governo Jair Bolsonaro. Ele é neto do economista Roberto Campos, ex-ministro do Planejamento no governo de Castello Branco (1963-1964).Senadores também aprovaram os nomes dos diretores Bruno Serra (51 a 3) e João Manoel...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários