Ao final do primeiro ano à frente da Secretaria de Estado da Economia do governo de Goiás, a economista Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt informa que o “ajuste” apenas começou. Mestre e doutora em Ciências Econômicas, a carioca afirma que ter pago aproximadamente 15 salários em 2019, incluindo a folha pendente de dezembro de 2018. “Foram ações iniciais do ajuste f...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários