A Reforma Trabalhista entrou em vigor no final do ano passado com uma mudança que afeta diretamente a arrecadação das entidades de representação de classe: o fim da contribuição sindical obrigatória. Após nove anos de crescimento na arrecadação, sindicatos e centrais podem ter seu funcionamento inviabilizado com a perda da verba. Em Goiás, a medida impactou os sindic...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários