O ex-presidente da aliança Renault-Nissan Carlos Ghosn compareceu perante a Justiça libanesa nesta quinta-feira, 9, para prestar depoimento referente ao alerta de prisão emitido pela polícia internacional Interpol, a pedido do Japão, onde ele é considerado foragido da Justiça. Depois do depoimento, a promotoria libanesa determinou que ele entregasse seu passaporte francês e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários