Subiu para 37 o número de unidades de saúde da capital em que se esgotou o estoque da vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba. O número foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) no início da noite desta terça-feira (10) e, de acordo com a pasta, as doses ainda podem ser encontradas em outros 32 postos de saúde da cidade (veja lista abaixo).

A possibilidade de desabastecimento temporário já havia sido prevista pela SMS e noticiada pelo POPULAR na última sexta-feira (6). A responsabilidade pela produção ou compra e distribuição das vacinas utilizadas no Programa Nacional de Imunizações para todos os Estados do país é do Ministério da Saúde (MS). Com os surtos enfrentados e o aumento na procura pela vacina, as doses estão sendo repassadas de forma fracionada e a quantidade está sendo insuficiente. Em agosto, a procura pela vacina contra sarampo teve um aumento de quase 400% em relação a julho na capital. Já a cobertura vacinal em crianças de 1 ano, que recebem segunda dose e estão em fase mais vulnerável chegou a 125%.

Em nota, nesta terça-feira (10), a SMS informou que não há como o município comprar vacinas e, por isso, aguarda a reposição das doses que o Ministério da Saúde está tentando obter junto ao mercado internacional. No total, 25 postos já estão sem vacina e outros possuíam pequenas quantidades pela manhã.

O último boletim epidemiológico de sarampo no Estado ocorreu na quarta-feira (4). Ao todo já foram notificados 64 casos suspeitos da doença. Destes, 35 foram descartados e 26 seguem em investigação. Três casos foram confirmados, sendo um em Alto Paraíso e dois em Goiânia.

 

Confira a lista dos postos que ainda possuem doses e a quantidade disponível na noite desta terça-feira (10):

Região Sul          

Nenhuma unidade possui doses

Região Sudoeste            

CIAMS Novo Horizonte: 10 doses

CS Vila Boa: 34 doses

CS Vila União: 10 doses

CSF Garavelo B: 3 doses

CSF Real Conquista: 30 doses

CSF Andreia Cristina: 22 doses

CSF Jd Caravelas: 20 doses

CSF Residencial Itaipu: 68 doses

Região Oeste

Cais Bairro Goiá: 100 doses

CS Pq Industrial João Braz: 40 doses

CSF Goiânia Viva: 49 doses

CSF Pq dos Buritis: 47 doses

CSF Vera Cruz II : 40 doses

CSF Jd Cerrado VI: 57 doses

CSF Pq Eldorado Oeste: 65 doses

Região Norte

CS Perim: 24 doses

CS Vila Clemente: 50 doses

Região Leste

Cais Amendoeiras: 4 doses

CSF Aruanã III: 32 doses

CSF Dom Fernando II: 20 doses

CSF Ville de France: 27 doses

Região Noroeste            

Cais Finsocial: 20 doses

CSF Primavera: 26 doses

CSF Curitiba I: 40 doses

CSF Jd Novo Planalto: 9 doses

Região de Campinas/Centro     

Cais Campinas: 30 doses

CS Norte Ferroviário: 20 doses

CS Cidade Jardim: 20 doses

CS Vila Santa Helena: 12 doses

CSF Crimeia Oeste: 60 doses

CSF Leste Universitário: 27 doses

CS Criméia Leste: 20 doses

 

Ministério da Saúde

Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que neste ano foram enviadas para todos os estados brasileiros, 24,9 milhões de doses da vacina tríplice viral, sendo,  444.253 mil para o estado do Goiás. "A distribuição para os municípios é de responsabilidade do estado. As doses são para vacinação de rotina, bloqueio vacinal e crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias", pontuou. Disse ainda que, até o momento, foram adquiridas 28,7 milhões de doses da tríplice viral pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), sendo 10 milhões de compra regular e 18,7 milhões de doses extras. "A pasta aguarda resposta em relação à aquisição de mais 18,7 milhões de doses. Para isso, foram investidos cerca de R$ 325 milhões", finalizou.