Usuários do Telegram e do TikTok usaram o Twitter para reclamar que as duas redes sociais estão instáveis nesta 2ª feira (4.out.2021). A instabilidade ocorre em meio à queda de WhatsApp, Instagram e Facebook, que perdura desde às 12h.

As falhas nas redes sociais do Facebook afetam contas ao redor do mundo. O Telegram e o TikTok viraram refúgios de internautas viciados nas mídias digitais, por conta dos serviços similares aos oferecidos pelo WhatsApp e o Instagram, respectivamente. Ainda não se sabe o motivo das falhas nessas duas redes sociais, mas podem estar sobrecarregadas em meio à inoperabilidade das concorrentes. As plataformas russa e chinesa ainda não se manifestaram sobre o ocorrido.

Com o mundo digital em pane com as instabilidades nas redes, os usuários recorrem ao Twitter para expor suas frustrações. O site da empresa segue funcionamento normalmente e virou palco de reclamações sobre as demais mídias. Relatos apontam que o envio de mensagens no Telegram está operando lentamente, assim como a pré-visualização de conteúdos interativos. Enquanto isso, adeptos do TikTok dizem que os famosos vídeos de dança não carregam, e quando o fazem demoram um tempo incomum.

Mais cedo, com a queda das redes do Facebook, o perfil da rede social chinesa no Brasil fez piada da instabilidade alheia e aproveitou para divulgar seu aplicativo, então funcionando normalmente. 

Facebook, Instagram  e Whatsapp fora ar
Usuários brasileiros relatam problemas de acesso ao Facebook, WhatsApp e Instagram nesta segunda (4).

Um pico de queixas foi registrado pelo site Downdetector pouco depois das 12h nas três redes sociais —todas de propriedade do Facebook.

Perto das 13h, eram cerca de 44 mil reclamações contra o WhatsApp, 13 mil contra o Instagram e 6.700 contra o Facebook, de acordo com o Downdetector.

A instabilidade já levou o WhatsApp ao primeiro lugar nos assuntos do momento no Twitter. Em segundo, está o aplicativo de mensagens Telegram, concorrente do WhatsApp e, em terceiro, Zuckerberg (em referência a Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook).

Além do Brasil, usuários de Portugal, Reino Unido, Índia e Estados Unidos também reclamam de instabilidade.

Tanto os aplicativos quanto as versões desktop das redes apresentam instabilidade, assim como a página institucional do Facebook.

Em seu perfil oficial no Twitter, o WhatsApp escreveu que está ciente dos problemas e que está trabalhando para resolver o problema.

Também no Twitter, o Facebook publicou que "algumas pessoas estão tendo problemas para acessar nossos apps e produtos". A empresa afirmou que está "trabalhando para que as coisas voltem ao normal o mais rápido o possível" e que pede desculpas pela inconveniência.

Procurado pela Folha, o Facebook não respondeu.

Além das reclamações, usuários no Twitter fizeram memes com a instabilidade.