Em pouco mais de um ano de pandemia do coronavírus (Sars-CoV-2), 13 professores da Universidade Federal de Goiás (UFG) e 18 técnicos administrativos em educação perderam a luta para a Covid-19 e se juntaram aos mais de 10 mil mortos pela doença em Goiás. A história deles, que se mistura à da própria universidade, deixa saudades, aprendizados e doação. Na docência, qu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários