A Universidade Federal de Goiás (UFG) vai ter, no início de 2020, apenas R$ 5 milhões por mês para suas despesas básicas de custeio, o que inclui as contas de energia, água, segurança, limpeza e demais. Ocorre que, desde este ano, o estimado é que esses custos sejam na ordem de R$ 7,5 milhões mensais. Com isso, já em janeiro a instituição de ensino superior federal no Esta...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários