Atualizada às 10h04.

Trindade publicou nesta sexta-feira (11) um decreto com orientações que devem ser seguidas durante a tradicional Festa do Divino Pai Eterno, que este ano será realizada exclusivamente de forma virtual de 24 de junho a 4 de julho.

Entre as orientações, está a proibição da abertura do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, Igreja Matriz, Igreja do Santíssimo Redentor (Padre Pelágio), Igreja de Santa Luzia ou outra Igreja Católica das Regiões 1 e 2 do município. Também está proibido a celebração de missas, novenas, terços, procissões, vigílias e similares com a presença de público.

O decreto que visa evitar aglomerações e a transmissão do vírus também proíbe o funcionamento de hotéis, pousadas e similares, exceto em caso de mensalistas e ou profissionais da saúde e a instalação de barracas, bancas, quiosques e similiares.

Ao POPULAR, o prefeito Marden Júnior explicou que antes da publicação foram realizadas várias reuniões com representantes do governo de Goiás, da Agência Goiana de Turismo, da Igreja e da Prefeitura. Nos primeiros encontros foi discutida a possibilidade de mudar a data da festa, algo que não foi possível. 

Marden lembra que a festa, considerada o maior evento religioso do Centro-Oeste, segundo do Brasil e a maior Festa do mundo dedicada ao Divino Pai Eterno recebe em média 3 milhões de pessoas. “Mesmo que venha 10% é 300 mil, o triplo da nossa população. Nós últimos dias percebemos um aumento na frequência de fiéis no município. Acreditamos que o decreto foi o melhor caminho.”

Durante a vigência das novas orientações também estará proibido a entrada e circulação de ônibus de turismo e ou excursão, micro-ônibus, vans, incluindo as modalidades day use e city tour. A mesma orientação é vale para comitivas de carreiros, muladeiros, foliões, tropeiros, cavaleiros, romaria de pedestres e passeios ciclísticos. 

Segundo o gestor, seis barreiras sanitárias serão instaladas nas entradas da cidade e contaram com o apoio de equipes das policias Civil e Militar e do governo. O município também contará com seis frentes de fiscalização para verificar o cumprimento do decreto. “É um momento de ter responsabilidade, de expressar a nossa fé à distância. E no próximo ano se Deus quiser todo mundo vacinado faremos a maior romaria do Divino Pai Eterno em agradecimento por termos superado a pandemia."

O descumprimento das orientações pode resultar em multa de R$ 73 a R$ 36 mil podendo acarretar na interdição das atividades comerciais, industriais e de serviços.