O delegado Queops Barreto, de Edeia, remeteu à Justiça, na última quarta-feira (4), o inquérito sobre o assassinato do radialista Jefferson Pureza, ocorrido em Edealina no dia 17 de janeiro. Foram indiciados pelo crime seis pessoas, sendo três adolescentes. Entre os suspeitos está o vereador José Eduardo Alves da Silva (PR), apontado como o mandante. Além de des...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários