Três testemunhas do inquérito que investiga assassinatos praticados por um suposto grupo de extermínio em Alvorada do Norte, em Goiás, dizem ter sido ameaçadas pelos sargentos José Wilson de Freitas e Jerônimo Francisco da Costa, ambos presos na segunda fase da Operação Sexto Mandamento, no dia 11 do mês passado. Eles são suspeitos de participar dos assassinatos e da ocultação ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários