Os suspeitos do duplo homicídio dos advogados Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47, estudaram a rotina das vítimas. Pedro Henrique Martins, de 25 anos, admitiu que almoçou por duas vezes na companhia do comparsa, Jaberson Gomes, de 24, no restaurante que fica em frente ao escritório das vítimas, na Rua 9-A, no Setor Aerop...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários