Os dois suspeitos de executarem os advogados Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47 anos, na última quarta-feira (28) se hospedaram em um hotel no Centro da capital no domingo. Eles fizeram checkout no dia do crime, pagaram em dinheiro e foram clientes comuns, sem comportamento que chamasse a atenção. Os dois hóspedes sempre...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários