O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Goiás (MPGO), deflagrou, nesta terça-feira (13), a operação Aborto.com para apurar a existência de uma associação criminosa voltada para a venda ilegal de remédios abortivos, e realização de apologia ao crime na internet. Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária e d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários