Três anos depois do assassinato de Danilo Gomides Vieira, de 21 anos, dentro de uma boate de Caldas Novas, um terceiro suspeito, de 50 anos, foi preso na sexta-feira (17). Segundo a polícia, Danilo estava em um relacionamento com a mulher do detido, que não teve a identidade revelada. Em 2016, o rapaz estava na boate com amigos quando, sem direito a defesa, foi ba...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários