O suspeito de atirar e matar o ex-companheiro de uma advogada em Formosa, no Entorno do Distrito Federal (DF), foi indiciado por homicídio qualificado com pena que varia de 12 a 30 anos. Responsável pela apuração, o titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) do município, Danilo Meneses, concluiu o inquérito nesta terça-feira (28) e o encaminhou para o Judi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários