A rotina de um supermercado atacadista de Rio Verde mudou após o novo coronavírus chegar na cidade. Os clientes que chegam para fazer as compras são abordados por funcionários que checam a temperatura com os termômetros. O público também conta com álcool gel disponível para higienizar as mãos.

Na hora de pagar pela mercadoria, o cliente também percebe outra mudança. Os caixas estão revestidos com protetores de vidro para evitar o contato direto com os funcionários. No chão, ainda há faixas para que as pessoas mantenham o distanciamento mínimo de 1 metro.

De acordo com o gerente do estabelecimento, Thiago Rossi, a empresa investiu mais de R$ 5 mil em itens de proteção aos clientes e funcionários. Segundo Rossi, o movimento no supermercado cresceu cerca de 30% desde o início da pandemia.