O superintendente da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia (Sectec), Reilly Wassil Rangel, foi agredido por policiais militares  na noite de quarta-feira (30). O fato ocorreu antes do tumulto de final de partida no Serra Dourada entre Goiás e Flamengo.   Reilly Rangel teria sido abordado pelos militares depois de ser orientado a seguir o ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários