O STJ (Superior Tribunal de Justiça) reestabeleceu as condenações dos policiais que atuaram no masssacre do Carandiru, em que cem presos foram mortos em 1988. As condenações de 73 policiais variam de 125 a 600 anos. O ministro Joel Paciornik entendeu que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) se equivocou em 2018 ao determinar que os policiais fossem julg...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários