Um crime considerado simples, sem qualificadoras e portanto de pena branda, o furto de fios pode ter consequências trágicas. É o caso da estudante Sarah da Silva Neis, de 16 anos, morta no dia 4 na Avenida Anhanguera, no Setor Novo Mundo, ao tocar em um poste energizado após a retirada criminosa da fiação.De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura de Goi...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários