Filha de um sapateiro de 42 anos e de uma cozinheira de 35, a estudante de Pedagogia Letícia Bruna Lopes Santos, de 19, teve o sonho de lecionar para crianças especiais interrompido de forma brutal. Ela foi morta pelo próprio marido, o vendedor Lucas Luciano de Sousa Silva, de 21, na noite do último sábado, após chegarem de uma festa na casa de familiares da mulher....

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários