As famílias que tiveram os recém-nascidos trocados no Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin) receberam nesta quinta-feira (1º) a confirmação de que não estavam com seus filhos biológicos. O resultado do exame de DNA foi a sentença para o sofrimento que se prolongaria. Sob forte emoção, as mães realizaram a destroca dos bebês, já à noite, na Delegacia de Proteção à C...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários