Desde o final do mês de fevereiro, diversas unidades estaduais perderam funcionários em decorrência do decreto assinado em janeiro pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), que proibiu a renovação dos contratos temporários a partir do dia 28 do mês passado. Dezessete dias depois, novos funcionários ainda não foram contratados e os usuários já sentem os problemas em órgãos como ...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários