O atentado no colégio em Suzano, Região Metropolitana de São Paulo, que deixou dez mortos e onze feridos na manhã de quarta-feira (13), consternou o País e voltou a atenção para a segurança dentro das instituições de ensino. No dia a dia em Goiás, estudantes e professores já convivem com situações de violência de menor proporção. Se destacam as agressões físicas, verbai...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários